Tempestade


Um trovão...
Silêncio...
Em seguida um clarão que revelou sua silhueta a dançar na chuva.
Finalmente!
Finalmente!
A palavra não parava de dançar junto com ela enquanto pisoteava uma montanha de papéis picados.
A imagem definia felicidade e liberdade em movimentos tão vibrantes que quase soltavam faíscas.
Passara a vida toda presa a julgamentos
Passara o tempo todo tentando atingir metas e objetivos quase inatingíveis para tentar ser alguém melhor do que julgava ser.
Mas naquele noite desistira
Desistira de forçar-se a fazer coisas das quais não se orgulhava
Desistira de tentar se encaixar em um quebra cabeça do qual não fazia parte
Ela desistiu de ser um "não ser"
Cansou de não ser "um ser"
Agora ela era apenas ELA
ELA e nada mais
ELA e ninguém mais
Era aquela que via distante
Aquela que observava por trás do vidro e que desejava incorporar
Era aquela que sentiu tantas vezes a tempestade chegar, mas que dessa vez deixou a enxurrada passar
Agora ela ERA, agora ela SENTIA, agora ela VIVIA
Vivia o trovão que tantas vezes tremeu aquele chão
Vivia o clarão sem ter que fechar os olhos
Vivia aquela chuva que tanto quis deixar molhar
Ela deixou a tempestade percorrer seu coração e inundar sua razão
Ela deixou a tempestade guiar sua intuição
Agora ela é indomada como o trovão e ninguém mais poderá conter o que se tornara
Porque a tempestade irrompeu e agora era incontrolável.





Este é um texto autoral, evite problemas, não faça
cópia não autorizada.
Plágio é crime!

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

13 comentários:

  1. Oie,

    Adorei seu texto, você consegue transmitir muita sensibilidade nas palavras. Parabéns!

    Beijos,
    Débora | www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  2. Ola lindona amei o texto, muitas vezes devemos ser a tempestade e depois esperar a calmaria em nós mesmo. Essa agitação é necessária em muitas fases . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Que lindo, tão biocêntrico que consegui transcender; do caos ao cosmo em ritmos frenéticos e suaves concomitantemente, pelo prazer de Ser e estar viva... amei <3 <3 <3 <3

    ResponderExcluir
  4. Olá!!!

    Você escreve muito bem, adorei. Irei procurar mais dos seus textos para ler, muito bom mesmo. Continue escrevendo :}

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oláá
    Adorei o texto e seu tema, muito gostoso e rápido e me fez refletir bastante, adorei haha ;)

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Vanessa, parabéns pelo belo texto, adorei a parte do indomada como o trovão, bela comparação, e finalizando o texto ainda melhor.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Lindo! Não se deixar aprisionar pelas amarras sociais, ser você mesmo. Acho que uma das formas mais simples de atingir a plenitude.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu acho tão incrível pessoas que tem o dom com as palavras *-*
    Eu sou péssima com criatividade, então nem me arrisco em criar textos rsrs Já sofro para resenhar, imaginar para criar um texto lindo assim?
    Adorei!

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  9. Oii, achei incrível teu textinho, soube se expressar muito bem!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Adorei o seu texto! As palavras inseridas por você fizeram que eu me reconhecesse de uma forma inexplicável. "Desistira de tentar se encaixar em um quebra cabeça do qual não fazia parte" essa frase com certeza vai ficar gravada em todos os cantos que eu puder escrever. Seus textos são lindos demais!

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  11. Oláá
    Lindo texto, adorei os pensamentos, era o que eu precisava ler,

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. oi, tudo bem?
    muito bonito o seu texto. Eu sou péssima com poesias, mas se interpretei corretamente, o texto fala sobre ser quem você realmente é, de verdade, e isso é algo que precisamos aprender com urgência.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?

    Adorei o texto!!! Você escreve muito bem, espero que continue a publicar artigos parecidos no seu blog haha

    Beijos!

    ResponderExcluir

Oque achou do post? Dicas e opiniões são sempre bem vindas!